Lídia Bantim

"Enquanto eu tiver perguntas e não houver respostas... continuarei a escrever." Clarice Lispector

Textos






A idade foi cruel com o meu corpo
Sinto-me tão jovem ainda,
No entanto, aqui, diante do espelho,
Estas marcas abomináveis me fazem 
Lembrar do que sempre temi: a velhice!
Chegou a minha vez:
Não me reconheço nesta imagem!
Minha alma não aceita viver assim,
Neste cárcere que começa a ruir
É hora de trocar os ladrilhos,
De pintar as paredes em cor de rosa
De lustrar os móveis, de substituir os fios
De renovar o jardim
Para que ela siga em paz a sua jornada.
Mãos à obra!!!

 
Lídia Bantim
Enviado por Lídia Bantim em 08/05/2018
Alterado em 08/05/2018
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras