Textos


SONETO DA LAMENTAÇÃO
 
Existe em cada esquina da cidade
Pedaços sofridos que ali largamos
No tempo que escondemos a verdade
Na ilusão de proteger os que amamos.
 
Que estupidez, amor! Quanta maldade
Fizemos conosco, quando entregamos
Nas mãos do destino a felicidade
Que um dia, de repente, conquistamos!
 
Esse tempo, bem sei, está perdido
Porque as horas vorazes vão levando
Aquilo que não pode ser vivido...
 
E num lugar qualquer vão arquivando
Todo o sonho de um amor reprimido,
Para que em vão vivamos lamentando...


Segundo Sarau poético do Recanto das Letras.

Imagem disponível em: ttps://www.google.com.br/search?q=imagens+de+lamentações&biw=1242&bih=606&source=lnms&tbm=isch&sa=X&ved=0ahUKEwjtmcDouv7NAhUExpAKHTNUDkwQ_AUIBigB#tbm=isch&q=imagens+de+amor&imgrc=qHvScePKlVQNlM%3A
Lídia Bantim
Enviado por Lídia Bantim em 18/07/2016
Copyright © 2016. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Imagem de cabeçalho: Shandi-lee/flickr